EPIs para profissionais de saúde no combate ao corona vírus.

Para proteger os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao corona vírus, instituições como a Anvisa e a Associação Médica de Família e Comunidade do Brasil aconselham e orientam sobre medidas preventivas, uso de equipamentos e materiais e métodos de tratamento, Paciente e coleta de lixo.





O uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) é fundamental para os agentes de saúde no ambiente hospitalar e para o atendimento de pacientes suspeitos ou infectados pelo novo coronavírus, bem como para a higiene das mãos e do material, limpeza e desinfecção de superfícies, exceto unidade de terapia intensiva (UTI) Além de cuidados especiais na enfermaria de diálise, gastroenterologia e serviços odontológicos, também inclui o processamento de roupas.


Abaixo listamos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e suas recomendações de uso:


Para profissionais de saúde no cuidado direto com o paciente



· Máscara Cirúrgica

· Capote

· Luvas

· Proteção ocular (óculos ou máscara facial)


Para profissionais de saúde nos procedimentos que geram aerossóis em pacientes com COVID-19

·


· Máscara N95 ou FFP2

· Capote

· Luvas

· Proteção ocular

· Avental


Para profissionais da higiene e limpeza dos hospitais no quarto do paciente com COVID-19

·


· Máscara cirúrgica

· Capote ou avental

· Luvas de trabalho pesado

· Proteção ocular (se houver risco de respingo de materiais orgânicos ou químicos)

· Botas ou sapatos de trabalho fechados



Também listamos abaixo as principais orientações para os profissionais de saúde. Confira:


Antes e após o contato com os pacientes (com suspeita ou infectados)


A higienização das mãos deve durar no mínimo 50 segundos, incluindo: lavagem das costas, entre os dedos, unhas e polegar e secagem com papel descartável.


No contato com pacientes suspeitos e/ou confirmados e acompanhantes


Equipamentos de proteção individual (EPI) - máscaras cirúrgicas, mantos, luvas e óculos de proteção (óculos ou protetores faciais) - devem ser utilizados com a correta colocação e descarte de equipamentos usados ​​e / ou contaminados.


Em procedimentos de ventilação pulmonar


Nesse caso, ao realizar procedimentos de geração de aerossol, como intubação traqueal ou aspiração traqueal, ressuscitação cardiopulmonar, ventilação artificial antes da intubação, coleta de espécime nasal e traqueal, broncoscopia, etc., os profissionais devem substituir as máscaras cirúrgicas por Máscara N95 / PFF2 ou equivalente.


conheça todos os materiais e EPIS de proteção disponíveis para você aqui na Soldenge.


#segurança #proteção #coronavirus

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo